sábado, 31 de maio de 2008

Desafio de junho!!



1) Todo mês eu coloco aqui no site um desafio de um prato que deve ser preparado por vocês em suas casas ao longo de todo o mês. Você pode fazer a sua receita, da forma como quiser, desde que seja o prato proposto aqui...esta é a idéia, trocar as receitas, pois se todos fizessem a mesma não haveria troca.

2) No dia 30 de cada mês, você deve postar a receita que fez no seu site, com foto, ingredientes e modo de preparo e com o logo que fiz (este acima)

3) Me mande um email dia 30/05 depois que postar a receita para adorocozinhar@hotmail.com confirmando que postou sua receita do desafio e com o link dela, para eu poder listar os links aqui no site, assim todo mundo pode ver variações de um mesmo prato e podemos trocar muitas experiências.

E desta vez temos uma novidade, vamos votar na melhor receita e ela vai ter uma surpresa. Aguardo vocês aqui dia 30/06 (marquem na agenda para não esquecer). Este mês o desafio é a Focaccia, você pode fazer qualquer receita desta delicia e variar as coberturas e espero seus emails.

Lições aprendidas com o desafio da Apple Pie.

Achei que era muito importante escrever este post hoje para compilar o que eu aprendi de interessante com nosso desafio da Apple Pie e coisas que eu já sabia, mas que muitas pessoas devem não saber...afinal é para isso o desafio, para a gente aprender coisa nova...então vamos lá.

A Nana, do Manga com Pimenta colocou no fim do post dela a importância de, depois de descascar as maçãs, colocá-las num pote com água e suco de limão para elas não escurecerem. Sei que é super básico para quem já cozinha há muito tempo mas é uma ótima dica para quem está começando. Valeu Nana.

A Laurinha, do Pitadinhas, ensinou, na hora de fazer o recheio dela a levar as maçãs na panela antes de colocar na torta para cozinhar e deixar elas um pouco mais moles e isso para mim foi o "pulo do gato", porque apesar da minha torta estar ótima, achei as maçãs um pouquinho durinhas, então com certeza vou usar a dica da próxima vez. Well done Laurinha.

A Laila, do Comidinhas do Bem fez uma coisa legal...como já tinha feito apple pie antes, quis inovar e colocou morangos junto com o recheio de maçã...o resultado foi um recheio lindíssimo que vocês podem ver no site dela e uma torta strawberry-apple que deve ter ficado ótima e ainda fez uma massa sem a gordura vegetal hidrogenada para fugir da famosa gordura trans. Beijos Laila.

A Cris do From our home to yours fez uma massa com um sabor masala chai (um chá indiano que ela adora), que eu nunca experimentei, mas com certeza a massa deve ter ficado diferente e única e me deu dicas na hora de arrumar o meu post também...risos. Brigadão Cris.

A Dani, do Gatinha na Cozinha me ensinou que a simplicidade é o máximo da sofisticação, fez uma receita super simples e que deve ter ficado uma delícia. Beijos Dani.

A pimenta do Pimenta Verde me ensinou a fazer uma torta digna de fotografia, pois como era a torta francesa e era aberta, ela fez uma decoração caprichada de encher os olhos...ficou lindo Pimenta.

A Fer (minha afilhada) do Mamão com Açúcar além de fazer uma torta maravilhosa, no post seguinte me ensinou a fazer um chá delicioso com toda aquela casca da maçã que sobrou e a gente morre de dó de jogar fora...um lindo exemplo de não desperdício. Demais Fer.

A Sabrina, do Panna Cotta sofreu porque fez uma quantidade de massa que não foi suficiente para fechar a torta depois, então aqui vai a minha dica, sempre faço um pouco a mais da massa, quando é a primeira vez...para ver onde ela vai caber e para não jogar fora o que sobra o que fiz?

Fiz uma mini tortinha de banana para a minha filha que ficou um mimo...usei o mesmo processo do recheio da de maçã só que coloquei banana para ela e assei num potinho individual. Esta é a minha dica.



Gostaram? Então participem do próximo desafio que colocarei em seguida.
Beijos

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Desafio de maio - Apple Pie - olhem as participações



A história da apple pie não é muito diferente da de muitos de vocês, imagino eu...todo mundo já viu aqueles desenhos do Pica-Pau e do Tom e Jerry em que as pessoas (humanos) só aparecem da cintura para baixo e quase sempre aparecia aquela torta de maçã super cheirosa numa janela, com aquela fumacinha que ia voando até o nariz de quem interessa...lembro do Pica-Pau voando com esta fumaça até a comida...pois muitos de nós crescemos com estas imagens e eu, com a idéia que estas tortas deveriam ser MA-RA-VI-LHO-SAS.

Depois fui crescendo e vi muitos filmes onde a maledeta aparecia, mas ainda não tinha aptidões culinárias para isso, e como não era comum por aqui, nunca achei quem fizesse para mim...o tempo passou...minha vontade ficou lá, guardada, até que comecei com este blog e comecei a ver a maledeta de novo num blog aqui, outro ali...daí pensei...agora já sou capaz e TENHO que fazer, para comer e ver se é tão bom mesmo.

Saio à caça da receita perfeita e acho esta da Cínara que parece ser uma perdição...e logo que comecei com os desafios pensei...logo depois do cheesecake (que era o primeiro e não podia assustar) vai ela...e foi assim que chegamos ao dia de hoje, basicamente (depois de 3 parágrafos explicando...o basicamente foi sacanagem né? risos..., mas é que queria que vocês soubesse que os desafios tem um porque...sempre...que tem um fundo por trás da escolha).



A receita é esta, mas se for fazer, preste atenção nos detalhes que tive que mudar:
Torta de Maçã Americana


Massa:

2 xícaras de farinha de trigo

3 colheres (sopa) de açúcar

1/2 xícara de gordura vegetal, em pedaços

3 colheres (sopa) de margarina ou manteiga, gelada e picada

6 colheres (sopa) de água gelada


A receita da Cínara falava para bater tudo no processador, usando a lâmina, e misturando tudo (menos a água), ligando e desligando o motor até a massa ficar com pequenos pedaços. NÃO FUNCIONOU COMIGO, MEU PROCESSADOR NÃO FAZIA NADA, SÓ GRUDAVA NA MANTEIGA, então eu fiz a massa na mão mesmo e fui adicionando a água até dar ponto de virar uma bola que não grudasse na vasilha. Divida a massa em duas partes iguais. Em uma superfície polvilhada com farinha abra metade da massa formando um círculo. Forre o fundo e os lados de uma fôrma de torta de 22 cm de diâmetro com a massa. Faça o mesmo com a massa restante para cobrir a torta depois de colocado o recheio.
Pré-aqueça o forno na temperatura média-alta.


Recheio:

5 maçãs médias, sem casca e cortadas em fatias finas

3 colheres (sopa) de farinha de trigo

suco de 2 limões pequenos

1 pitada de noz-moscada

1 xícara de açúcar misturado com canela


Depois de fatiar as maçãs, cubra-as com o suco de limão. À parte, misture a farinha, a noz-moscada e o açúcar já misturado com a canela. Jogue sobre as maçãs, misturando bem. Distribua as maçãs sobre a massa, fazendo um “pico” no centro. Se quiser, espalhe pedacinhos de manteiga sobre as maçãs (eu fiz isso e acho super necessário, senão fica meio seco, a manteiga dá uma certa cremosidade no recheio). Cubra com a massa restante, selando as bordas. Pincele com um ovo ligeiramente batido e faça vários furos na massa para que o vapor saia. Asse por 20 minutos.
Abaixe a temperatura do forno para Média e asse por mais 20 ou 25 minutos (a minha demorou bem menos que isso porque fiz ela um pouco menor e depende de cada forno, então se for a primeira vez, fique de olho para não queimar). A massa deve dourar e o recheio deve estar borbulhando.
Observações:
1. A massa pode ser congelada por até 3 meses. Embale em filme de PVC e descongele na geladeira.3. Sirva com sorvete de creme! Assim você terá a tradicional sobremesa americana "apple pie à la mode".


É isso, ficou divina, deu tudo certo, desafio cumpridíssimo (pelo menos este já que o do Daring Bakers não deu) e agora vamos ver as receitas das amigas que quiseram participar comigo...abri exceções para outros tipos de tortas de maçã, porque tinha gente que não queria fazer a americana...durante o dia vou colocar aqui os links e fotos de quem participou, vou atualizando à medida que forem me enciando os links.

E dia 01/06 tem o desafio do mês que vem...o que será?
Aguardem.....

Olha quem participou...meninas, parabéns pelos belíssimos trabalhos e obrigada pela participação.


MANGA COM PIMENTA












GATINHA NA COZINHA
(sem imagem pois não foi possível salvar do blog dela)









quarta-feira, 28 de maio de 2008

Daring Bakers de maio - Bolo Ópera - dedicado à Barbara e ao LiveSTRONG

Bom, eu entrei para a lista destes desafios do Daring Bakers no mês de abril e tive que esperar o mês todo, ansiosa, pelo desafio de maio...e quando ele chegou, quase chorei de tristeza...risos.

Primeiro porque quando comecei a ler a receita (em inglês) era tão enorme e tão cheia de detalhes que não fui capaz de traduzir tudo, no que pedi ajuda para o Vitor Hugo, que prontamente me passou a receita que ele havia traduzido por email...entramos juntos no mesmo mês, como pude ver no fórum de discussão dos membros.

Depois que ele me mandou a receita veio a segunda crise, o bolo era extremamente complicado para minha pessoa e pensei "Ai meu Deus, porque não entrei no outro mês". Além de ser tudo muito difícil ainda tinha algumas restrições, porque o bolo original é feito de amêndoas, chocolate e café, basicamente o bolo tem a cor escura da cobertura de chocolate (foi criado pela confeitaria Dalloyau em homenagem à Opéra Garnier de Paris) e este não poderia ser feito de chocolate ou coisa parecida.

O desafio deste mês era dedicado à Barbara do winosandfoodies.
Barbara é a força por trás do evento de blog food chamado “A Taste of Yellow” que ajuda a LiveSTRONG fundação fundada por Lance Armstrong. Este ano o LiveStrong Day é em maio então as hosts do desafio deste mês Fran e Shea decidiram mostrar seu apoio ao evento pedindo que todos dedicassem seus posts do desafio para Bárbara. (não era obrigatório mas era um pedido), então assim está sendo o meu.


E ainda não terminou...além de tudo isso a receita dáva um bolo enorme e era extremamente cara...muitos ingredientes. Gente, sei que é por isso que é um desafio, mas como vocês sabem estou fazendo muffins para fora para conseguir algum dinheiro e não dáva para gastar o que não tenho no momento por um bolo que não tinha nem quem comesse aqui...desculpe...passei este na maior cara dura mesmo.

Então para ver a receita, vá ao site do Vitor Hugo ...e quem tiver coragem faça...haha...e a foto do bolo mais bonito que encontrei na web, ok? Vitor, muitíssimo obrigada pela ajuda.

http://pennylanekitchen.blogsome.com/2006/05/19/twelve-layers-of-heavens/

Espero que mês que vem seja um desafio para mortais e que eu possa participar...hehe.

terça-feira, 27 de maio de 2008

Macarrão de fim de semana.


Não sei quanto a vocês, mas meu fim de semana tem que ter, quase sempre, um belo macarrão, senão parece que não descansei, e como o intuito é descansar, normalmente eu não fico fazendo receitas mirabolantes e me matando na cozinha...gosto de fazer o meu famoso macarrão que vai o que der vontade e o que tiver dando sopa na geladeira...sem trocadilhos...risos.

Então este fim de semana tinha na geladeira...alho, bacon, champignon, um resto de molho de tomate, um resto de queijo branco, azeitonas, tomates cereja e cheiro-verde...então foi tudo para a panela...desta maneira.

O bacon, para não ficar muito gorduroso, uso o segredinho de fazer no microondas. Coloco num prato fundo ele todo picadinho com um papel toalha em cima e normalmente em 5 minutos ele já está douradinho e crocante e daí é só escorrer a gordura do prato.

Na panela coloquei azeite e refoguei o alho picado e depois fui juntando os outros ingredientes até o molho dar uma engrossada e despejei tudo sobre a massa que servi com rúcula e parmesão ralado por cima...hummm...já tô com fome de novo.

segunda-feira, 26 de maio de 2008

Muffins de hoje - queijo, tomate e orégano


Durante a semana estarei fazendo de vários sabores, quem quiser pode me mandar email.
Gente, ficou com uma cara tão boa este que tive que me conter para não comer...sério.


sábado, 24 de maio de 2008

Afogatto



Não consegui achar nenhuma receita de afogatto original, por incrível que pareça...toda vez que eu preciso de uma receita vou direto no Cozinhas do Mundo e digito o nome e logo aparecem um monte de variações da danada, mas desta vez...NADA...será que ninguém gosta desta sobremesa?

Pior, no google tem algumas, mas nenhuma com nada demais, então fiz do jeito que eu queria mesmo e do jeito que vi a Nigella fazer num programa do Receitas de Nigella daqueles BEEEEEEEEEMMMM antigos, do tempo que a Nigella ainda era magrinha e tinha os dentes feios...haha.

Coloquei numa taça 2 bolas de sorvete de creme, literalmente afoguei com café quente passado na hora e enfeitei com chantilly. Ficou divino...MARAVILHOSO...como uma coisa tão simples pode ser tão boa né?

Meu pai colocou um pouquinho de vinho do Porto no dele só para dar um gostinho, mas eu não gostei...até esqueci que tinha um licor aqui que ia combinar perfeitamente, mas amanhã tento de novo...boa desculpa para repetir a dose hein?

E eu estou lá ainda...há 3 dias!!

Acordo e vou correndo para o computador para ver quem entrou no lugar da minha receita de Sorvete de Romã lá no Panelinha e pelo terceiro dia consecutivo tenho a agradável surpresa de ainda estar lá...ê delícia.

E só hoje percebi que quendo clico na minha receita abre a página da comunidade com a minha receita como Destaque do Dia também...ai que fofo.

Sabe mãe que baba no filho quando ele faz apresentação na escola e depois ainda fica babando quando assiste o víedo que ela gravou?
Sou eu...CULPADA...hahaha


sexta-feira, 23 de maio de 2008

Rocambole com recheio de leite condensado cozido.


No primeiro post que escrevi neste blog eu conto toda a minha relação, muito simples, com a comida e o porque de eu gostar tanto desta receita tão simples...o famoso rocambole com recheio de leite condensado cozido (vale a pena vocês lerem este primeiro post, pois eu gosto muito dele e vocês vão entender mais um pedacinho da minha história) e saber de onde veio o nome do blog.

E por incrível que pareça, mesmo amando a receita e sendo uma das minha primeira memórias ao falar de mim no primeiro post (que escrevi em dezembro do ano passado, portanto há quase 6 meses) eu não tinha comido esta receita desde então e para piorar, eu nunca tinha feito esta receita, pois ela sempre foi um agrado da minha vó e a gente não precisava fazer.

Mas fiquei com esta vontade louca de comer o rocambole e resolvi arregaçar as mangas e fazer pela primeira vez...pois é super fácil. A única coisa que realmente dá trabalho é cozinhar o leite condensado, porque demora para poder abrir, mas fora isso o resto é "rapideiz" (rápido com dez escrito errado - risos).

Eu peguei uma lata de leite condensado fechada e coloquei dentro da panela de pressão. Cobri com água e fechei a panela. Coloquei no fogão e depois que começou a fazer pressão marquei 40 minutos. Ao final deste tempo eu desliguei e deixei lá. Fiz isso de noite e só abri a panela no outro dia de manhã, a lata tem que estar COMPLETAMENTE fria para você poder abrir, senão pode explodir o doce quente todo em você e causar queimaduras, então, por via das dúvidas, faça isso de noite e abra a lata só no outro dia ok?

A massa do rocambole não podia ser mais simples:
6 ovos
1 xícara de açúcar (eu usei meu baunilhado)
1 xícara de farinha de trigo

Você bate as 6 claras em neve e separa. Em outra vasilha bate as gemas com o açúcar até ficar uma mistura bem clarinha e fofa e vai acrescentando aos poucos o trigo. Depois desliga a batedeira e incorpora as claras com uma espátula (com as mãos).

Despeje esta massa numa forma retangular grande...vai parecer que é pouca massa para a forma, mas é isso mesmo, pois o rocambole deve ficar bem fininho, vá inclinando a forma até cobrir toda a superfície e coloque para assar em forno pré-aquecido. Presta atenção aqui pois a massa assa bem rápido e você deve retirá-la ainda clarinha, pois se assar demais não desgruda muito bem da forma. A minha grudou um pouco e usei uma escumadeira para ir enfiando por baixo do rocambole com toda a delicadeza para soltá-lo e saiu perfeito, pois você deve desenformá-lo ainda quente em cima de um pano úmido.

Daí você espalha todo o recheio por toda a superfície do bolo e com a ajuda do pano úmido vai enrolando. Coloca numa vasilha e polvilha com açúcar e canela. Você pode usar a mesma receita e fazer vários outros recheios, como goiabada, brigadeiro, Nutella, mousse de maracujá...vai brincando...

Agora dá licença que vou logo comer meu pedação...haha.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

Pulos de alegria? tô até gritando na sala. Olha eu de novo aqui no Panelinha

Gente...eu já tinha sido citada aquele dia no site da Rita Lobo e tinha quase morrido de felicidade, para mim que estou passando por tudo e mais um pouco, que morro de vontade de me dedicar à esta carreira mas não tenho nem dinheiro para pagar um curso e que fazia tudo de tão boa vontade e com tanto coração...aparecer por lá já era uma glória que alguns de vocês já sentiram também e sabem muito bem como é, afinal ela é A Rita Lobo certo?

Pois é, ontem recebi um email da equipe dela dizendo que eu ia ser citada amanhã no site dela e fiquei super feliz de novo, afinal...2 vezes em um mês...eu tinha ganhado na Mega-Sena e ninguém me avisou? uadarréu?

Achei só estranho receber este email, porque da primeira vez eu não tinha recebido email algum e só fiquei sabendo por pura sorte, pois entro lá todo dia e vi, senão podia nem ter ficado sabendo.

Mas ok, acordei hoje e qual foi a primeira coisa que fui olhar quando liguei o computador??? Claro...



Só que desta vez quase morri, porque lá estava eu naquele enorme show de slides da página principal, minha receita de sorvete de romã, com minhas fotos...e a frase "a Fernanda Guimarães Ayer ARRASA". Quase morri, não sei se choro, se dou risada, se pulo de alegria, se fico olhando a tela do computador o dia todo até ela sumir amanhã...esta alegria ganhou meu dia de hoje e olha que bem que eu estava precisando...

Não sei mais o que dizer para vocês, a não ser que se alguém aqui conhece alguém, que conhece alguém, que dá um bom curso de gastronomia em São Paulo e que dá bolsa de estudos...risos, me avise, porque vou lá implorar de joelhos para fazer...hahaha...queria muito mesmo...é sério.

Bom, obrigada galera que está aqui todo dia, porque eu realmente gosto muito de vocês, leio cada comentário, respondo cada um deles e realmente amo o que faço, mesmo que muito amadoramente.
Aqui fica a foto da página para vocês apreciarem como eu, mas entrem lá para ver a receita quem quiser, que também tem aqui no site...

UHUUUUU!!!! NOVA IGUAÇU!!! Como diria uma ex-BBB.

quarta-feira, 21 de maio de 2008

Encomenda de hoje!!! Muffins de maçã e muffins de chocolate.


Ando devagar, porque já tive pressa e levo este sorriso porque já chorei demais!!!

terça-feira, 20 de maio de 2008

Muffins vendidos

Hoje resolvi tomar mais uma das mil atitudes que tenho tomado para levantar um dinheiro para ajudar nas despesas e aproveitei meus dotes culinários para isso e acho que foi um pequeno sucesso, mas tudo começa de algum jeito né?

Fiz estes muffins de banana com decoração de chocolate para vender e vendi a receita toda (12 muffins) e fiquei muito feliz...



E já tenho encomendas para amanhã...Taty...você é uma inspiração...obrigada pela força.

Faltam só 10 dias para o desafio da Apple Pie...venha participar.


É isso mesmo gente...só para lembrar aquelas que já disseram que iam participar que o dia de postar o desafio é dia 30/05 e que faltam só 10 dias agora...eu já fiz a minha Apple Pie e estou só esperando a data para postar...e quero ver a de vocês.

VEJAM AS REGRAS NO POST DO DIA 01/05
(BASTA CLICAR NO LOGO DO DESAFIO AQUI EMBAIXO)

segunda-feira, 19 de maio de 2008

Quiche verde.


Me desculpem aqueles que gostam de chegar aqui todo dia e ler meu texto de maneira leve e às vezes engraçado (ou pelo menos eu tento) e que nos últimos tempos estão encontrando textos curtos ou praticamente só a receita dos meus feitos.

O negócio é que não ando de muitas palavras mesmo, nem aqui e nem em outro lugar...é uma fase pela qual estou passando e que tem me feito calar, mas isso não tem nada a ver com comida...ou melhor...tem.
Só tem a ver com comida porque, desde que o mundo é mundo que, cozinhar é a única coisa que me distrai nesta vida...fico feliz, triste, cansada...tudo é motivo para eu cozinhar, porque o simples fato de separar ingredientes e escolher o que fazer, faz minha cabeça ir para aquele lugar que a de muitos vão ao fazer meditação...esta é minha meditação...e é por isso que mesmo passando por uma fase tão .... tão... eu ainda consigo colocar minhas receitas diárias aqui, pois elas têm sido minha meditação diária.

Como vocês podem ver pelos posts eu ainda estou na casa dos meus pais e estou escrevendo isso aqui por que algumas fofas de vocês às vezes me mandam alguns mimos pelos correios e correm o risco de chegar lá em Recife e eu não vou receber...estou aqui ainda e devo ficar mais alguns dias...

Falado isso (foi praticamente um desabafo ou uma confissão das grandes) coloco aqui meu quiche verde, que foi feito para reaproveitar restos que haviam na geladeira...e sendo que um dos restos era um maço de cheiro verde...o quiche ficou desta cor, mas ficou muito bom.



Receita:
7 colheres de sopa de trigo bem cheias
1 colher de sopa de manteiga
2 colheres de sopa de óleo
1 gema de ovo

Amassar a massa com as mãos e colocar no centro de uma forma, pressionando até subir pelas laterais.

Recheio
200g de queijo mussarela
cheiro verde à gosto
200ml de creme de leite fresco
1 colher de sopa de manteiga
2 ovos inteiros
1 colher de sopa de maizena
sal e temperos à gosto

Bater tudo no liquidificador e jogar por cima da massa e deixar assar até dourar e ficar mais firme (ele fica mais firme depois que esfria um pouco)

domingo, 18 de maio de 2008

Bolinho de chuva.

Agora toda vez que faço para a Sarah uma comida que nunca tinha feito antes e que eu gostava muito quando criança, fico imaginando se ela vai crescer e um dia sentir um cheiro e pensar..."Ah...o cheiro da comida que minha mãe fazia quando eu era criança..."

Delírios de uma mãe maluca...risos.

Hoje resolvi fazer bolinhos de chuva para ela...ela achava o nome engraçado e nunca tinha comido, porque eu não sou muito de fazer frituras na minha casa...mas esta receita era inevitável.


Receita:
2 ovos
2 colheres de sopa de margarina
1 lata de leite condensado
1 colher de sopa de fermento
3 xícaras de farinha de trigo

Preparo:
Misturei o ovo com a manteiga com o fouet, depois coloquei o leite condensado e o fermento e aos poucos fui juntando o trigo.
Depois é só fazer as bolinhas e fritar em gordura não muito quente, senão ele torra por fora e fica cru por dentro.
Vou retirando numa travessa com papel toalha, para escorrer a gordura e depois de tudo frito polvilho açúcar e canela por cima...é um ótimo lanche para um fim de domingo frio (mas só de vez em quando).

By the way...a Sarah adorou.

Novidades no mercado que eu amei...

Ovo quente, ovo cozido, ovo mexido, ovo pochê, ovo frito, ovo beneditino... Quando o assunto é ovo, o que não falta é receita. O que faltava, na verdade, era um pouquinho de criatividade para lidar com eles. Agora, não falta mais. A Art Home caprichou nas cores e nas utilidades e trouxe uma cestinha superprática para fazer pochês, um carrossel com timer para cozinhar até quatro ovos e três modelinhos de porta ovos, para aqueles dias em que um ovo quente é tudo o que a gente precisa. Para saber onde encontrar, é só visitar o site da empresa ou ligar para (11) 5523-5333. Os preços sugeridos dos produtinhos são: R$ 89,80 para o carrossel, R$ 65,80 para os porta ovos e R$ 39,80 para a cestinha de silicone.



A tradicional marca de panelas francesa Le Creuset acaba de lançar a linha de miniaturas de cerâmica stoneware com cinco formatos de frutas: amora, blueberry, framboesa, morango e pêra. Além de deixarem a sua cozinha ainda mais colorida e divertida, as panelas são versáteis: vão do forno ao freezer e têm tamanho ideal para servir à mesa. O preço também é bacana, já que estamos falando de uma Le Creuset: R$67,00.



Este excelente produto feito em silicone facilita o seu trabalho na hora de assar ou resfriar alimentos. Dispensa qualquer produto para untar e pode ser levado tanto ao forno quanto ao freezer (resiste à temperaturas de -40° até 480°) e é ideal para biscoitos, bombons, bolos...adeus ao papel manteiga para mim...é caro (cerca de R$ 130,00) mas acho que vale o uso que tem...assim que eu puder comprarei um...você pode comprar pela internet aqui.


Este não é uma novidade mas com certeza faz parte da minha wish list e não encontro aqui no Brasil, então se alguém souber onde encontrar me avise, pois veja como é lindo e acessível na Amazon. É a Martha Stewart Collection Picnic Basket (na Amazon por $39,99)


Você tem idéia do que essa vaquinha é capaz? Ela o aspirador de pó portátil Cow Vac, ideal para limpezas leves, quando cai umas migalhas de pão na sala, por exemplo. Funciona com 110 V, tem bateria recarregável e possui bicos para facilitar a limpeza nos cantos. Esta à venda no site http://www.submarino.com.br/ ou pelo telefone 4003-2000. Custa R$ 119,90.

quinta-feira, 15 de maio de 2008

A mousse mais fácil do mundo


Acho que não deve existir ninguém neste mundo dos blogs que não conhece a receita basicona de mousse de maracujá

1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite sem soro
1 medida da lata de suco concentrado de maracujá (que eu fiz batendo 2 maracujás no liquidificador com muito pouca água só para completar a medida)
Tudo batido no liquidificador e colocado para gelar.

A única diferença deste que fiz esta semana é que minha mãe não tinha uma lata de creme de leite...só tinha uma caixinha daquela de 200g (que era quase metade da lata) e achei que a mousse não ia endurecer assim então coloquei 1/2 pacotinho de gelatina sem sabor (hidratada na água conforma instruções do fabricante) e ficou perfeito...nem duro e nem mole demais.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Site muito interessante. Vai me ajudar muito e pode ajudar você também.



Na minha rotina diéria de ler meus blogs preferidos quase que diariamente eu me deparo quase sempre com um blog novo e com alguma novidade, mas este me chamou a atenção demais porque vai me ajudar muito.
É um tradutor de comida...isso mesmo, é tipo um tradutor online (inglês, francês, espanhol, português, italiano e alemão).
Você digita o nome do ingrediente e a lingua que quer e ele traduz na hora...muita gente deve conhecer, mas eu não conhecia e amei, assim não erro mais quando leio um nome de um ingrediente e PRESUMO que é uma coisa e só depois que a receita não dá certo é que vou saber que era outra coisa...risos.
Clica na figura que já tem o link...e espero que tenha sido útil.

Flores de verdade...flores de mentira...flores...

Esta semana que passou foi a semana das flores por aqui...a casa da minha mãe está toda florida...ela gosta muito de plantas e cada uma dá flor numa época. Esta flor é linda e foi a primeira de toda a espécie a desabrochar...alguém sabe o nome? ela parece um capi bem alto que dá esta florzinha na ponta (como se fosse uma cebolinha bem alta...risos).

Já por causa do dia das mães, ganhei de uma grande amiga minha da qual gosto muito estas flores "de mentira" que ela fez para comemorar a data na loja dela, e eu, como fui a primeira cliente da loja há 5 anos atrás (que é cheia de apetrechos para casa maravilhosos...imagine)...ganhei aa minhas florzinhas que tem, como miolo, bombons de coco...hum...que chato.
Brigadinha Lê...



E para finalizar, no passeio que fiz com a Sarah na semana passada, onde tirei as fotos das formiguinhas levando comida para o formigueiro, também encontrei flores divinas, mas esta é a minha preferida...


Então, sintam-se floridas e floridos...

terça-feira, 13 de maio de 2008

A carne que acompanhou as batatas de ontem.


Como eu havia contado ontem no post das batatas, é claro que não fiz só aquilo para o almoço, mas achei que elas mereciam um post exclusivo de tão boas que estavam...então deixei a carne para hoje.

Eu tinha aqui dois pedaços grandes de Picanha suína temperada e nenhuma idéia do que fazer com elas e recorri à nossa amiga internet para fazer minha pesquisa básica. Achei neste site da Ligia uma receita bem gostosa e me inspirei nela para fazer a minha, não coloquei alguns ingredientes como o coentro (que todo mundo odeia aqui) e troquei outros (pois usei cerveja Xingu - cerveja preta) e ficou bem boa...
Ah...ela também tinha feito com lombo e o meu é Picanha suína, mas no final a inspiração é que valeu para dar uma idéia de uma comida diferente com a carne de todo dia...



Então fiz assim:
Coloquei numa travessa os dois pedaços da Picanha Suína.
Piquei uma cebola em rodelas grossas e uma cenoura em rodelas e joguei por cima, junto com um copo de champignon.
Temperei com sal e pimenta-do-reino (pouco, porque a carne já era temperada) e depois despejei uma lata de cerveja preta por cima de tudo.
Coloquei no forno com as batatas e deixei até a carne estar completamente assada, o que levou cerca de uma hora, mas fui abrindo de vez em quando para regar a carne com a cerveja, para molhar a parte de cima.

segunda-feira, 12 de maio de 2008

A batata da Janete


Naquele final de semana que fui para Sorocaba comi até não aguentar mais, porque era saudade da coxinha da Real, amigo que fez feijoada, amigo que levou na pizzaria e teve a Jã, esta amiga que eu amo de paixão que foi para a cozinha fazer um almoço prá gente...sabe aqueles almoços bem especiais por causa da companhia e daquela comidinha caprichada de casa de mãe? Exatamente isso...tudo uma delícia.

Mas tem uma batata que é minha paixão. Eu já tinha comido na casa dela antes mas nunca tinha perguntado como fazia, e daí ontem estava com muita vontade de comer e liguei para ela. Super simples de fazer e MUITO gostosa.

Dei muita risada por causa do comentário dela: "Uma receita minha vai aparecer no seu site? Ai que chique"
Jã, fala sério, até o Roberto Carlos ia amar esta batata...risos.

Olhem a simplicidade.
Descasque a batata e corte em quatro pedaços no sentido do comprimento, depois coloque numa panela com água fervendo e um caldo knorr (de frango ou legumes) para ela cozinhar um pouco só e já pegar um temperinho.

Não pode ficar muito mole, porque depois vai para o forno...só o suficiente para dar para espetar um garfo nela sem ela desmanchar.

Escorre a água, coloca tudo numa forma e joga bastante alecrim por cima e rega com bastante azeite e vai para o forno uns 50 minutos até estar bem douradinha (a minha podia ainda ter ficado mais, mas o pessoal táva com muita fome e não quis esperar) e a batata serve de acompanhamento para um monte de comida...ficou ótima com a carne de porco que fiz (e que conto amanhã).


Aproveito este post para agradecer às minhas queridas amigas Filipa e Mel, que me presentearam com mais este mimo do mundo das blogueiras...este selinho que muito significa para mim que estou neste mundo a tão pouco tempo e já conquistei amizades tão sólidas...obrigada amigas.
Não consigo indicar os blogs para o mimo e espero que vocês entendam, porque muitos dos que eu gosto não acreditam muito nestes correntes, coisa que respeito demais e deixaria de mandar para vários que adoro, então recebo muito feliz e transmito para todos aqueles que eu visito diariamente e vocês sabem quem são pois eu deixo meus comentários lá para vocês.

domingo, 11 de maio de 2008

Fetuttice ao limão, parmesão e manjericão (nossa...quanto "ão")


Esta receita foi o prato principal do meu almoço de ontem (depois da Zucchini Salad) e foi tirada do Panelinha .

No Panelinha a receita era feita com espaguete, que eu não gosto muito, então troquei por fetuttice. Além disso fiz mais 2 modificações na receita...aumentei a quantidade de creme de leite fresco e de limão, pois eu queria mais molho na massa.

O macarrão é suave, tem um sabor maravilhoso onde você sente o limão e o manjericão, tudo muito harmonioso...uma delícia mesmo e prático de fazer, uma vez que o molho não vai ao fogo...basta misturar tudo e jogar sobre a massa depois de cozida (mais prático impossível) e o melhor é que fica parecendo aquelas comidas que deram um trabalhão...risos.


A receita que vou colocar já está com minhas adaptações ( clique aqui para ver a receita original do Panelinha)

Receita:
500 g de fetuttine
suco de 1 limão
raspas de 1 limão
250 ml de creme de leite fresco
100 ml de azeite de oliva
150 g de parmesão ralado
2 punhados de manjericão
sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de Preparo:
Sob água corrente, lave as folhas de manjericão. Seque com papel-toalha. Com as mãos, pique as folhas. Reserve.

Numa panela grande, coloque 5 litros de água e 2 colheres (sopa) de sal. Leve ao fogo alto. Quando a água ferver, coloque o macarrão e deixe cozinhar conforme as instruções da embalagem. Cuidado para não deixar o macarrão cozinhar demais, ele deve ficar al dente.

Enquanto o macarrão cozinha, prepare o molho. Numa tigela grande, onde o espaguete será servido, junte o suco de limão, o azeite e o parmesão ralado. Com um garfo, misture muito bem até o parmesão dissolver e formar uma mistura cremosa. Em seguida, acrescente o creme de leite e misture. Tempere com sal e pimenta-do-reino.

Com cuidado, despeje o macarrão cozido em um escorredor. A seguir, transfira o espaguete para a tigela com molho e misture bem, cobrindo todos os fios. Junte o manjericão picado e as raspas de limão. Misture mais uma vez e sirva imediatamente. Não polvilhe mais parmesão sobre o espaguete.

A sobremesa foi a Apple Pie, mas esta só vou postar no dia do desafio, então vamos ter que esperar até dia 30/05...só posso adiantar que ficou muito boa.

E para todas as mães hoje um Feliz Dia das Mães para todas.

sábado, 10 de maio de 2008

Zucchini Salad


Bom, a história desta salada é a seguinte: simplesmente adoro os programas e receitas do Jamie Oliver, mas por incrível que pareça, quase nunca consigo reproduzi-las na minha casa por várias razões...ingredientes difíceis de encontrar, ou falta da receita precisa, mas neste novo programa dele (que não é tão novo assim...risos) do Jamie at Home, estou amando, porque além dele mostrar toda a parte do plantio de cuidado com sua horta, ele escolhe todo programa um tema, um tipo de vegetal a ser usado e faz várias receitas com o tal.

Uma semana destas eu estava vendo o programa sobre abobrinhas e simplesmente amei a idéia dele de fazer as abobrinhas tipo uma salada, mas principalmente de como ele usava o "peeler" para cortar finas fatias dela desde a casca até dentro, desprezando a parte esponjosa com as sementes (que você pode usar depois em outra receita - não jogue fora).


Eu não tinha a receita comigo e na verdade não gosto muito de fazer as coisas idênticas à receita, então baseado no que vi, acabei criando minha própria Zucchini salad que é bem refrescante (combina mais com o verão do que com o frio que está agora) e bem light também.

Eu usei na minha salada:
3 abobrinhas (zucchinis) cortadas como na figura (desprezando o miolo com as sementes)


1/2 cebola picada bem pequena
1/3 de pimentão vermelho picado bem pequeno
cebolinha, hortelã e manjericão à vontade picadinhos
temperei com o suco de 1 limão, azeite, sal e pimenta-do-reino

Esta foi então a salada do meu almoço do dia das mães, pois o dia é só amanhã, mas comemoramos hoje porque volto para Recife amanhã...
Ainda fiz o prato principal e a sobremesa, mas isso conto depois.

sexta-feira, 9 de maio de 2008

Jantar de formigas!!! ô mundinho sem fronteiras...






Ontem fui fazer um passeio com minha filha num Bosque daqui de Guará que nós gostamos muito...tem muita natureza e no meio de tudo a gente se depara com várias formigas fazendo uma verdadeira "compra de mês". Tenho certeza de que o jantar ia ser bem legal no formigueiro naquele dia...risos. Ai como eu queria gostar tanto assim de salada...haha.