terça-feira, 30 de setembro de 2008

Participações do desafio do drink.




Não é gostoso chegar em casa depois de um dia bem puxado e preparar um drink para a gente mesmo bem gostoso, num copo bem elegante e sentar para beber como se fosse um daqueles personagens de filme preto e branco? Eu adorei este desafio...não me embebedei como era minha intenção...risos...mas me diverti.

Foi um desafio light, com poucas mas valiosíssimas participações e que vão deixar um sabor no ar...

Durante o desafio achei este site na net que tem receitas DIVINAS de drinks e que acho que vale muito uma visita de vocês, tem coisas que conhecemos e muita coisa inédita por lá.

http://www.portaldoscoqueteis.com.br/portal/modules.php?name=Coqueteis@coqc011.php

Para busca por ingredientes ou outra categoria, use este link e veja que legal.

http://www.portaldoscoqueteis.com.br/portal/modules.php?name=Coqueteis@coqc010.php



Começo apresentando a minha contribuição, que foi uma simples caipirinha de limão siciliano (não consigo me livrar dele....hehe) e que deu o tom num churrasquinho que fiz aqui em casa dia destes







Não tem receita, já que caipirinha todo brasileiro sabe fazer, mas é uma mistura de suco do limão, vodka, gelo e rodelas do limão, adoçado com açúcar, ma proporção que mais lhe agradar...servido?

A Glau (Madames na Cozinha), vencedora do desafio do mês passado junto com a Gina, nos mandou um Drink de pêssego, também à base de vodka e com licor de pêssego...olha só.




A Leila (Delishville) fez um cocktail com framboesas e champagne que ficou com uma cor linda e deve ter um sabor delicioso. Sempre gostei das duas coisas...então sou suspeita.




O Beto (Receita passo-a-passo) fez um drink verde-amarelo que ele conheceu no bar do Edson em Campinas e que tem tangerinas, maracujá e hortelã...imagine só.



A Neyma (Vó Mindoca) fez um Péche Rosé (chique né?) que não é chique só no nome não, mas super elaborado mesmo, cheio de surpresas, confere lá.


A Lu Macedo (Cafezinho das Cinco) deixou o café de lado este mês e foi de caipiroska de caju, será que a troca valeu Lu? Risos


A Laurinha (Pitadinhas) deu sua contribuição logo no começo do mês com um Kir Royal de tirar o chapéu...e com história romântica e tudo.


O Alessander (Cuecas na Cozinha) criou um drink bem diferente com uma bebida que é novidade por aqui Syoucyu, e fez um Café Fuji...olha que lindo.



A Carla (Gostosura) tem um blog novo, participou pela primeira vez e já se saiu bem, com um frozen de morangos.



A Claudia Lima (Magia na Cozinha) também estréia por aqui com um Orangesicle que usa laranja e rum bacardi...para quem gosta dos cítricos, como eu...hum!!


A Viviane (Com amor e tempero) chegou na última hora com o drink mais tradicional de todos...a caipirinha de limão...quase que esta receita não aparece por aqui, mas como eu sempre digo, simplicidade é o máximo da sofisticação.


Agora é com vocês, a votação está aberta e vai até dia 10/10. Deixe um comentário aqui mesmo com seu preferido, mas não se esqueçam de ler a íntegra das participações em cada site para ter certeza de que está votando no melhor conteúdo e não só na aparência, uma vez que só coloco aqui os resumos, mas as receitas completas estão no site de cada participante...e que vença o melhor. Lembrando que a minha receita não entra na votação e que o vencedor vai ganhar um mimo surpresa que só vou mostrar quando acabar a votação.

E amanhã tem desafio novo por aqui...você vai participar deste???????

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Não é só foto de comida que eu tiro!!!

A gente vai ficando tão viciado a tirar foto de comida que acaba esquecendo de tirar fotos das outras coisas bonitas que vemos, mas num dia destes, num passeio que eu fiz aqui em Sorocaba, tirei uma foto muito bonita de um flamingo e o resultado me surpreender, mas surpresa mesmo fiquei quando soube que a mesma foto, que eu inscrevi para participar de um concurso no site da National Geographic tinha sido escolhido como a foto do dia do site...que legal né?

Olhem lá a foto para vocês verem...

http://viajeaqui.abril.com.br/ng/fotododia/

domingo, 28 de setembro de 2008

Bolo de cenoura da Cris.


Todo mundo sabe fazer um bolo de cenoura certo? Ainda mais a gente que tem um food blog e cozinha bem certo? ERRADO...eu sempre tive problemas com bolos de cenoura...eles nunca ficam do jeito que eu quero, ou para piorar, ficam "embatumados", por mas que eu ache que eles estão prontos...é minha fraqueza na cozinha, acho que todo mundo tem uma.

Minha vizinha então me ligou com a fatídica encomenda...queria um bolo de cenoura para o filho levar para o pic-nic da escola...aí eu pensei...ACABOU, AGORA TEM QUE FICAR BOM. Saio para a internet procurando uma receita que fosse completamente diferente da minha, para não poder colocar a culpa nela e olhando por todo lado achei esta da Cris super interessante e resolvi fazer...e não é que deu certinho e fiquei super feliz com o resultado?
Valeu Cris...agora não sou mais traumatizada...hehe.


Bolo de cenoura com canela

3 cenouras pequenas (ou 2 grandes)
1 xícara de açúcar2 xícaras de farinha de trigo
1/2 xícara de óleo
3 ovos
1 1/2 colher (sopa) de fermento em pó
1/2 colher (sopa) de canela em pó


1) Bata a cenoura, o óleo e os ovos no liquidificador.

2) Em uma tigela coloque os ingredientes secos e junte a mistura batida no liquidificador. Mexa bem e leve para assar em forma redonda de 30 cm, untada e enfarinhada, por cerca de 30 minutos em forno preaquecido a 200°C.


Cobertura de chocolate(receita da mamãe)

4 colheres (sopa) de leite ou água
4 colheres (sopa) de açúcar2 colheres (sopa) de manteiga
2 colheres (sopa) chocolate em pó
1 pitada de sal


Ferva até engrossar e começar a desgrudar da panela. Cubra o bolo imediatamente.


sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Café entre amigas.


Este café já aconteceu há algum tempo e foi o primeiro de uma série de vários que vieram depois...começou com uma reunião e resolvemos fazer a cada semana o café na casa de uma amiga diferente...logo depois decidimos que o café deveria ter um objetivo e resolvemos fazer um Clube do Livro, onde todas leriam um capítulo de um livro durante a semana para discutirmos depois no café...tem sido uma delícia, só pela conversa e pelas risadas e eu espero que continue.


Os pãezinhos foram comprados prontos (são mini baguetes de linhaça) que eu recheei com rúcula, tomate, queijo, salame e patê de peito de peru)



A geléia de amora que fiz em Avaré, aqui em mini potinhos.




E para fechar com chave de ouro a Caçarola Italiana qua a Lu (minha amiga) me trouxe no dia do café...um espetáculo. Brigadão Lu...o Frederico adorou.


quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Chá da tarde - Muffins Halloween

Quase todo mundo já sabe do desafio das meninas do Delishville e do From our home to yours...é este aqui:







Pois é...agora olha só o meu dilema: Muffin é meio que minha especialidade, é o que vendo no meu site, mas ao mesmo tempo já fiz muffins de várias coisas e não vejo mais muitas novidades neles...e queria fazer algo inédito...diferente...bonito.




Então veio o que chamo de meu processo de criação...primeiro fiquei pensando. "Do que eu faço o muffin? Do que? Do que?". Comecei a olhar pela cozinha e pela geladeira e vi duas coisas que eu nunca tinha usado num muffin antes (e nem tinha visto ninguém usar...pelo menos não como usei) - mini moranga e leite condensado cozido.

Daí pensei como fazer, tinha uma mini moranga (que era bem pouco para uma receita inteira de muffin, daí cozinhei a polpa dela na água até ficar molinha e depois bati no processador com um pouco da água para fazer um purê e neste purê (que medi 100g) misturei 400g de leite condensado cozido e misturei bem com um garfo até ficar homogêneo.

Daí foi só fazer o muffin como estou acostumada, mas é claro que não deixei de inventar mais um pouquinho e coloquei gengibre em pó e cardamomo para dar um tchan (e deu).




Daí veio mais uma idéia maluca...que tal assar os muffins dentro da própria casca da moranga? A primeira experiência não deu certo, pois a moranga soltou o caldo de dentro quando assou e o muffin, apesar de lindo por fora, ficou cru dentro. Daí fiz outra experiência, forrando por dentro da moranga com umas 3 forminhas de muffin bem abertas para "forrar" por dentro sem absorver a água e este sim deu certo, mas teve que ser comido na hora, pois senão iria azedar...eu acho, não quis arriscar.

Mas a idéia de assar dentro da moranga me deu outro insight, a data limite do desafio é em outubro e outubro é mês de Halloween...e o que melhor que estes muffins para a festa??? Batizei de muffins Halloween os meus muffins de moranga com leite condensado cozido.




Acha que acabou? De jeito nenhum...sobrou um pouco de leite condensado cozido na lata e eu não gosto de desperdício, então coloquei uma colher dele dentro de cada muffin (no centro) que derreteu depois e ficou um...ai...nem sei o nome. BOM demais.




Tá bom assim? Daí para piorar e ficar bem metida eu quis desta vez dar um trato nas fotos e caprichei prá valer...espero que vocês gostem da idéia, porque o sabor eu garanto.

Ai...postei e esqueci da receita...risos. Vamos lá

100 de purê da moranga
400g de leite condesado cozido só 10 min. na pressão
375g de farinha de trigo com fermento
1 colher rasa de chá de fermento em pó
cardamomo e gengibre em pó à gosto
115g de açúcar mascavo
1 ovo
125 ml de leite
125 ml de óleo

Misturei o purê com o leite condensado até ficar homogêneo e depois juntei neles os líquidos e o açúcar mascavo, misturando bem.
Depois misturei o trigo, o fermento e as especiarias peneiradas e misturei com a colher.

Assei até ficar em ponto de bolo.

Faltam só 5 dias para você postar seu drink para o desafio!!!



Não esqueçam o nosso desafio do drink deste mês!!!

Algumas pessoas já mandaram contribuições super legais. Cadê a sua?

Veja as regras aqui

terça-feira, 23 de setembro de 2008

A procura pelos bem-casados perfeitos.


Eu venho tentando fazer a receita perfeita do bem-casado que comi de uma ambulante de rua um dia e vou te contar...ô coisinha difícil.
O bem casado dela era daqueles de antigamente, que você colocava na boca e ele desmanchava todo, super suave, nada parecido com estes de pão-de-ló que se fazem hoje em dia, e que dizem as casadoiras que são chiques...
O outro pode até não ser chique, mas é bom pacas... e eu vou fazê-lo.

Vi um anúncio de um curso na minha cidade "Curso de bem-casados tradicionais". Lá fui eu toda contente e quando chego lá só ensinam o de pão-de-ló...decepção.
Daí comecei a revirar revistas velhas e numa Cláudia Cozinha festa achei esta receita, que tinha como título "Casadinho de doce de leite" e pensei...é ela. Eu fiz, a receita é super simples e ficaram gostosos...mas ainda não são eles.

Mas já comprei uma outra revista na banca com a danada receita diferente...logo eu testo e conto para vocês...quando conseguir vou ter uma ataque...risos.

Mas olha que lindos ficaram estes...


Casadinhos de doce-de-leite

2 xícaras de farinha de trigo
1/2 colher de chá de fermento
1 pitada de sal
3/4 de xícara de manteiga em temp. ambiente
3/4 de xícara de açúcar
2 ovos
1 colher de sopa de raspas de limão
2 xícaras de açúcar de confeiteiro

Misture a farinha com o fermento e o sal. Na batedeira bata a manteiga com o açúcar até obter uma massa fofa. Junte os ovos, as raspas de limão e a farinha até ficar homogêneo.
Faça 2 bolas com a massa, cubra e gele por no mínimo 2 horas.
Aqueça o forno em temperatura média. Abra os discos de massa em superfície enfarinhada (a receita não diz nada, mas não dá para abrir sem a farinha) e corte com cortador de 4 cm de diâmetro. Coloque numa assadeira, deixando espaço entre eles. Asse por 6 minutos ou até as bordas dourarem. Passe no açúcar de confeiteiro e deixe esfriar. Eu coloquei recheio de leite condensado cozido (que cozinhei apenas 10 minutos na pressão para ficarem bem clarinhos).

Rende 80 bolinhas (ou seja, 40 casadinhos)

sábado, 20 de setembro de 2008

Rei da quinzena - geléia de mamão, mexirica e cravo.



Eu não queria perder o rei da quinzena desta vez, pois não participei na beterrana e nem na mandioca e estava com saudades, então fiquei pensando o que eu faria com o mamão desta vez.


Estava na casa dos meus pais este fim de semana e vi um mamão papaya dando sopa por lá, e na mesma fruteira um monte de mexiricas que iam passar desta para uma melhor e na hora pensei numa geléia.

Não peguei receita de lugar nenhum...usei a experiência das geléias que participaram do meu desafio mês passado para inventar uma inédita...pelo menos por aqui.

Tirei toda a polpa do mamão (que era dos grandes) e amassei grosseiramente com um fouet, depois espremi uma mexerica com o espremedor de limão por cima do mamão e coloquei 3/4 da medida de mamão com açúcar...pois o mamão já é bem docinho e eu não queria que ficasse doce demais.
Por último coloquei uma pitadinha de cravo...bem pouco, só para aromatizar.

Levei numa panela para o fogo e fui mexendo em fogo baixo até dar aquele ponto de ver o fundo da panela...depois foi só esperar esfriar e colocar na geladeira.



Para as leitoras que eu sei que adoram louças e que vão ler o post inteiro...olha que prato lindo na foto...foi minha mãe que pintou...ela está aprendendo e pintando coisas lindas para mim que vão agora sempre aparecer por aqui.

sexta-feira, 19 de setembro de 2008

Sopa de abóbora com mascarpone.


Esta é uma receita repetida, mas de roupa nova...risos. Explico.
Fiz esta sopa há algum tempo atrás na versão clássica com esta receita. Daí estes dias deu vontade de comer de novo, mas desta vez eu tinha um resto de mascarpone me olhando de dentro da geladeira e um restinho de pinoles...yupi...perfeito.

Usei a mesma receita da outra, que é super simples, porque a gente assa a abóbora japonesa com a cebola e o alho e depois cozinha tudo na panela com o caldo de legumes (pena que eu ainda não conhecia o caldo de legumes super básico da Neide - fica prá próxima).



Quando cozinhar tudo você bate no liquidificador e põe na panela de novo...e aqui eu coloquei o mascarpone. Esta sopa, com o mascarpone ficou escandalosamente mais cremosa que a outra, mas também pediu um pouco mais de tempero. E para finalizar coloquei os pinoles torradinhos por cima e ficou "um must" como diria a moça daquela novela antiiiiga.

quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Aspargos ao bacon com ovos



Eu já tinha visto a Nigella fazer esta barbaridade uma vez...quase babei na tela do computador para dizer bem a verdade. Daí havia me esquecido do episódio, quando um dia, lendo os blogs que leio diariamente, dou de cara com uma foto deste prato de novo de tirar o fôlego que a Lica tinha feito, daí tive que tomar uma providência e sair correndo para a quitanda comprar os aspargos.
Naquela mesma noite eu fiz esta travessa de aspargos que eu e o Frederico comemos numa sentada...deu até remorso de tanto colesterol que ingerimos, mas fazer o que né? Foi bom demais...Lica...brigadinha por acordar minha larica...risos.



A dor na consciência ainda é maior quando a gente percebe como é fácil fazer, porque daí pode fazer toda hora e arrebentar de comer...MEDO...risos.
Basta pegar os aspargos crus e enrolar com o bacon fatiado (daqueles que a gente já compra pronto mesmo) e regar com um pouco de azeite. Daí coloca no forno até o bacon estar crocante.
Separadamente, em uma panela, fervi uma água e salpiquei um pouquinho de sal e coloquei 4 ovos dentro por apenas 4 minutos para cozinharem bem pouco (os meus cozinharam demais, queria que ficassem com a gema mais molinha).
Daí é só comer minha gente...e como comi.



terça-feira, 16 de setembro de 2008

Finger food - rolinhos de beringela com tomate seco

Quando eu fiz o curso de Finger Foods, coloquei aqui todas as fotos das belezas que aprendi por lá e recebi muitos emails e pedidos para que colocasse as receitas...como estou fazendo cada uma de uma vez, pois é muita coisa para eu fazer e comer...risos...coloco hoje a primeira que fiz daquela série, que são os rolinhos de beringelas com tomate seco.
Na verdade são as beringelas desidratadas...e é muito simples de fazer, apesar de um pouquinho demorado, e o resultado, tanto no visual, quanto no sabor são uma delícia para vocês servirem numa festinha.
Eu, por exemplo, fiz um churrasco na minha casa um fim de semana destes e fiz isso como uma entrada para se comer com a salada e com as carnes e o pessoal adorou.

Basta você fazer uma mistura de 2 partes de açúcar mascavo para uma parte de sal e polvilhar por cima de 2 beringelas cortadas em rodelas.
Daí deixa ela 2 horas na fôrma para soltar a água (de preferência vá escorrendo a água quando puder)
No final das 2 horas, escorra toda a água e leve as beringelas deste jeito mesmo so forno baixo para desidratar (coloque uma colher de pau na porta do forno para mantê-lo entreaberto) e deixe por uns 40 minutos ou até que esteja desidratado, mas sem queimar.
Espere esfriar um pouco e pegue cada rodela e esprema entre as palmas das suas mãos, para ela soltar uma eventual água que ainda tenha e ficar bem fininha.
Daí é só colocar um pedaço de tomate seco no centro da rodela e enrolar.
Faça isso com todas as beringelas e depois você pode jogar por cima algumas lâminas de alho e bastante azeite para dar um sabor. Daí é só servir.

segunda-feira, 15 de setembro de 2008

Passei no Vestibular de Gastronomia!!!

Este post é antigo, e por isso resolvi fazer esta notinha para dizer que acabei trancando a faculdade quando fui contratada pela AVON...a gente perde umas coisas e ganha outras.



Hoje é um dia muito feliz para mim, porque aos 34 anos de idade e depois de ter ingresado em 2 faculdades e uma pós-graduação, hoje saiu o resultado do único vestibular na vida que eu realmente, no fundo do meu coração, queria passar...o de GASTRONOMIA. Demorei para descobrir minha vocação, mas não acho que seja tarde, nunca, para a gente ir atrás de um sonho.

Então ano que vem teremos muitas novidades por aqui, pois vou fazer um compromisso com vocês de colocar aqui aula por aula que eu tiver na faculdade e que for interessante...ok?

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

A última semana do curso - Bolo de maracujá com amêndoas e sem. de papoula


Semana passada acabou meu curso de confeitagem, ganhamos certificado e tudo, achei muito legal e muito útil também para quem vai trabalhar com isso, indico com toda certeza.

É claro que nada sai tão perfeito da primeira vez em aula, pois como disse a professora, ela está ensinando a técnica, mas como tudo na vida, precisamos praticar em casa para que tudo saia bem bonito.

A última aula nós aprendemos a fazer as rosas e os laços, que ficam super bonitos em cima do bolo e o resultado final do meu foi este aqui embaixo (não reparem se ele estiver meio estribunchado, mas é que na aula praticamos no próprio bolo e vamos fazendo e tirando e fazendo de novo...então ele fica meio feinho...risos)

O povo daqui de casa já não aguentava mais comer bolo. Com esta história de fazer um bolo por semana para a aula táva uma overdose total, então eu queria fazer um bolo bem diferente e gostoso para fugir do comum, e acabei escolhendo este bolo aqui da Patricia Scarpin, que além de ser muito gostoso é super diferente do que costumo fazer.

A receita dela deu super certo, e transcrevo abaixo.

Diferenças: a dela tinha uma calda que não usei por ter que cobrir o bolo. Daí fiz um recheio...o dela não tinha e eu fiz uma camada generosíssima de creme de confeiteiro, só que ao invés de usar só leite, usei um pouco de suco de maracujá natural nele para dar o sabor e ficou divino.

Bolo de maracujá, amêndoas e sementes de papoulaBolo:4 ½ colheres (sopa) de sementes de papoula¼ xícara (60ml) de leite180g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente1 xícara (180g) de açúcar3 ovos2 xícaras (240g) de farinha de trigo peneirada½ xícara de amêndoas em lascas½ xícara (120ml) de suco de maracujá - misture ¼ xícara (60ml) de suco concentrado com a mesma medida de água1 colher (sopa) de fermento em pó

Pré-aqueça o forno a 180ºC; unte e enfarinhe uma fora de buraco no meio de 22cm de diâmetro (a que usei tinha pouco mais de 20cm).Numa tigela, misture as sementes de papoula com o leite e deixe descansar por 20 minutos. Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar até obter um creme leve. Adicione os ovos, um a um, sem parar de bater, até obter um creme homogêneo. Reduza a velocidade e junte a farinha, a amêndoa, o suco de maracujá e a mistura de leite com papoula. Desligue a batedeira. Adicione o fermento e misture com uma colher de pau.Transfira a massa para a forma preparada e leve ao forno por 35 minutos – faça o teste do palito. Retire do forno, deixe descansar por 5 minutos e desenforme cuidadosamente o bolo.Faça a calda: numa tigela, misture todos os ingredientes. Regue o bolo com a calda enquanto ainda estiver quente. Sirva morno ou em temperatura ambiente.

Olhem o resultado por dentro que delícia!!

Este vinho é uma delícia!!


Para quem gosta de vinho rosé, gosta de vinho suave e sabe, assim como eu, que para um vinho ser bom e saboroso não precisa custar R$ 300,00, então este vinho é para você experimentar. Comprei estes dias no supermercado sem nenhuma expectativa, só pelo simples fato de estar com vontade de tomar um rosé, e ele não me decepcionou nem um pouco...é suave e refresca num dia quente...muito bom.



quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Chá de bonecas da Sarah!! Parte 3 e última


Para finalizar os posts do chá de bonecas eu quis deixar aqui esta maravilhosa idéia que tirei de uma das indicações de blogs que vi no Panelinha há algum tempo atrás. Vi esta idéia e fiquei com ela na cabeça por muito tempo, pensando quando poderia colocá-la em prática, e daí quando veio o chá de bonecas foi perfeito.

É uma vasinho de flor, que na verdade é um sorvete surpresa...deixa eu me explicar:


Na primeira foto é o que você vai precisar...comprei os vasinhos, um vaso de flor (que depois vi que não deu um efeito tão bonito pois as flores eram muito pequenas e com cabos finos, eu deveria ter comprado uma gérbera que ia ficar muito mais bonito - fazendo, errando e aprendendo), bolo pronto, sorvete, biscoito tipo oreo ou negresco moído (eu já comprei moído...mais fácil) e balinhas de gelatina imitando minhoquinhas.
Corte o bolo com um cortador do tamanho do fundo do vasinho e coloque dentro dele, enfiando um canudinho no centro (tem que ser 1 dedo mais baixo que o fim do vasinho, para não aparecer depois de colocados todos os ingredientes.





Daí, por cima do bolo, você enche com sorvete (no meu caso usei se morango porque era para crianças, mas seria bem legal usar de menta ou de pistache para ficar verde como se fosse grama mesmo...risos) e por cima colocamos o biscoito processado para parecer terra do vasinho.




Coloquei uma minhoquinha saindo de cada vasinho.




Por fim coloquei as flores por dentro dos canudinhos, para não entrar em contato com o sorvete e servi...as crianças fizeram uma sujerada de dar gosto, mas valeu demais.

e eu não poderia terminar esta série de posts sem deixar aqui uma foto do parabéns da Sarah...espero que tenham se divertido.