quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Chocolate chip muffins



Eu tenho que confessar que tenho uma mania.
Eu compro um monte de ingredientes ou até um ingrediente que eu queria que só é vendido em grandes quantidades, como chocolate chips. E daí se eles começam a ficar no meu armário por muito tempo eu começo a ficar desesperada pra usá-los, pois a sensação da comida ali parada me deixa nervosa.
Sendo assim estou cheia de desafios, pois no fim de ano é um tal de castanha pra lá, frutas cristalizadas pra cá...e um monte de sobras pra usar o resto do ano.

Por isso decidi fazer estes muffins, para usar um pouco dos 500g de chocolate chips que tinha aqui parado.



Ingredientes:
2 xícaras de farinha de trigo
2 e 1/4 colheres de chá de fermento
1/4 de colher de chá de bicarbonato
1/2 colher de chá de sal
2 xícaras de chocolate chips
160g de manteiga em temperatura ambiente
1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de açúcar mascavo
2 e 1/2 colheres de chá de extrato de baunilha
3 ovos
250ml de leite

Preparo:
Numa vasilha misture a farinha, fermento, bicarbonato e sal - todos peneirados.
Em outra vasilha pegue uma colher de sopa da mistura da farinha e misture com os chips de chocolate (isso impedirá que todos eles parem no fundo do muffin quando você for assá-los)
Na batedeira bata a manteiga por 3 minutos em velocidade média. Adicione o açúcar e bata mais 2 minutos. Depois coloque o açúcar mascavo e novamente bata mais 2 minutos. Adicione a baunilha e os ovos um a um e continue batendo em velocidade baixa agora.
Alterne a mistura de farinha (em 3 vezes) e o leite (em 2 vezes).
Desligue a batedeira e misture os chocolate chips e divida a massa nas forminhas de muffin.
Leve ao forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos ou até que, inserindo um palito no centro dos muffins, ele saia limpo.
Coloque os muffins numa grade para esfriar por cerca de 20 minutos.

domingo, 22 de janeiro de 2012

Sanduíche de carne moída da infância - que eu descobri um dia depois de postar que se chama "Buraco Quente"



Já começo este post dizendo que a foto desta comida não é bonita. E não é porque não consegui tirar uma foto bonita, mas é porque este sanduíche é aquele tipo de comida caseiríssima, que sua vó fazia e ensinou sua mãe, que por sua vez te ensinou e que ninguém nunca teve a pretensão de fazer o produto final ser bonito, porque ser MUITO gostoso era MUITO mais importante.

Daí não lembrava desta receita há anos...e sentada na cozinha dos meus pais dia destes pensei nela de repente e comentei que nunca mais tinha comido.
Então foi só um pulo para marcar de fazer a "maravilha" no outro fim de semana.

Você vai usar pão francês, carne moída, ovos e queijo ralado. As quantidades, depende de quantos você for fazer.
Você tira o miolo do pão (faz um buraco com o dedo mesmo) e refoga a carne moída (não muito, pois ainda vai ao forno depois) e bem molhadinha.
Pega alguns dos pedaços de miolo do pão e pica não muito pequeno e mistura na carbe refogada.

Esta carne vai encher todo o buraco de onde você tirou o miolo do pão.

No mesmo buraco jogue um ovo batido e polvilhe com bastante queijo ralado e depois é só colocar no forno por uns minutos até o pão torrar um pouquinho e o resto acabar de cozinhar.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Eton Mess



Eu nunca me canso de comer este doce toda vez que eu consigo...risos.
Tem combinação mais perfeita que morango, balsâmico de frutas vermelhas, chantilly e suspiro?
Deus do céu, parece que estou dentro do programa da Nigella toda vez...
Eu não sigo nenhuma receita desde que vi a Nigella fazer, só vou misturando e experimentando até ficar na proporção de sabor que eu gosto e daí é só colocar os pés pra cima e comer.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Peixe do pai


Este peixe não tem receita. Na verdade foi meu pai que fez pra mim dia destes que eu estava com muita vontade de comer um peixe bem feitinho...confort food total. Peixe com legumes na chapa.

Tem coisa melhor do que ficar na casa dos seus pais só curtindo uma comidinha, "tomando uma" e jogando conversa fora?

quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

Torta de cereja


Esta receita veio na minha edição deste mês da revista Casa e Comida, é uma boa alternativa para usar os restos de cereja que sobraram do natal e que estavam no meu congelador para uma ocasião especial.


Estou aproveitando também e me divertindo com a minha máquina nova que me dei de presente neste Natal.


A receita é muito saborosa, fica com uma consistência de pudim de pão (que eu adoro) e um crocante da farinha de amêndoas...já estou até pensando em outras opções de recheio...hummmmmm

Ingredientes:
200g de farinha de trigo
50g de farinha de amêndoa
120g de açúcar
1 pitada de sal
3 ovos
300ml de leite
80g de manteiga derretida
400g de cerejas frescas
açúcar de confeiteiro



Preparo:
Preaqueça o forno a 200oC e unte uma fôrma de torta de 30 cm com manteiga
Em uma batedeira coloque as farinhas, o açúcar e o sal e vá juntando os ovos um a um, batendo em velocidade média.
Quando a massa estiver macia, coloque a manteiga derretida e continue batendo em velocidade baixa e acrescentando o leite até a massa ficar bem lisa.
Espalhe as cerejas pela fôrma untada e coloque a massa por cima e leve ao forno por cerca de 30 minutos ou até ela ficar firme e dourada.
Polvilhe açúcar de confeiteiro e sirva.


quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

O "nosso" Pudim de Sorvete.



No título da receita eu uso a palavra "nosso" entre aspas, porque eu um dia fiz esta receita há MUITO tempo atrás e todo mundo aqui gostou tanto que parece que virou marca registrada. Vira e mexe tenho que fazer ela de novo para o povo matar saudades.
E o pior é o seguinte:
Primeiro - não me lembro de onde peguei esta receita, foi há tanto tempo e eu nem era ligada em cozinha como sou hoje e não guardei.
Segundo - nuca fiz nenhuma variação com esta receira, porque ela é tão maravilhosa assim que se melhorar estraga...risos.

Ingredientes
1 lata de leite condensado
1 medida da lata de leite
3 ovos
1 lata de creme de leite
2 colheres de sopa de Nescau
4 colheres de sopa de água
açúcar para o caramelo

Preparo:
Aquecer no fogo o leite condensado, o leite e as gemas, mexendo sempre até engrossar e reserve até esfriar.
Depois de frio adicione a esta mistura o creme de leite sem soro e as 3 claras batidas em neve. Incorpore as claras delicadamente para deixar o pudim mais leve.
Em outra panela aqueça o Nescau e a água até ferver e desligue.
Numa fôrma com buraco no meio use o açúcar para caramelizar (caramelo de pudim) e por cima do caramelo jogue a calda de Nescau fervendo.
Por último jogue o creme e levar ao congelador por uma noite.
Na hora de servir basta aquecer o fundo da fôrma numa boca do fogão até soltar as laterais um pouquinho e depois virar em um prato.

quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Madeleines de lavanda a quatro mãos.


Este fim de semana resolvi ensinar a sarah a fazer mais coisas na cozinha. Ela anda assitindo comigo a temporada do Junior Masterchef e fica babando quando vê as crianças da idade dela fazendo as coisas tão bem na cozinha.

Tem um site que eu gosto muito na net e que tem umas receitas bem gostosas que é o Tartelette e esta receita eu tirei de lá. Procurei uma receita com lavanda porque tinha comprado 3 pacotinhos no curso que fiz com a Simone Izumi e acabei não usando e queria fazer alguma coisa com elas.

Achei que as madeleines eram boas idéias, pois ficam bonitinhas depois de assadas e fáceis de fazer e a Sarah ia ficar encantada...e ficou.

Fiz duas receitas...eu fui fazendo uma, enquanto ela foi fazendo a outra ao lado e ela achou o máximo.



Ingredientes
70g de manteiga sem sal
1 colher (sopa) de lavanda seca comestível
¾ xícara de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1/3 xícara de açúcar
raspas da casca de ½ limão siciliano
2 ovos grandes
2 colheres (sopa) de mel
2 colheres (chá) de baunilha


Como fiz 2 receitas dupliquei todas estas medidas.


Derreta a manteiga com a lavanda (eu derreti no microondas mesmo) e reserve por 10 minutos para infundir. Passe pela peneira e mantenha uma parte da lavanda se preferir, eu mantive só 1/3 delas e achei o sabor bem predominante depois, mas ainda bem gostoso.
 Peneire juntos a farinha, o fermento e o sal num recipiente e separado, na tigela da batedeira, bata os ovos, o açúcar e as raspas de limão até obter um creme espesso e claro, cerca de 3 minutos. Acrescente o mel e a baunilha e bata por mais 1 minuto. Usando uma espátula, incorpore os ingredientes secos peneirados e, em seguida, a manteiga, misturando gentilmente.

Leve a massa à geladeira, coberta com filme PVC ou tampa, por pelo menos 2 horas, ou até 3 dias.

Quando você for usar vai ver que ela está quase como uma esponja, bem leve.

Pré-aqueça o forno a 180ºC.


Unte com manteiga e enfarinhe as forminhas de madeleines. Divida a massa entre os moldes e asse até que dourem (cerca de 15 minutos para as pequenas e um pouco mais para as grandes).


Eu tenho 2 tamanhos diferentes de fôrma de madeleines, como vocês podem ver na foto pelo tamanho delas prontas. Consegui com a receita duplicada duas fôrmas das pequenas e uma da grande (que dá madeleines bem grandese um efeito diferente)

domingo, 1 de janeiro de 2012

RETROSPECTIVA 2011

Este ano foi um ano de muita dificuldade na minha vida, mas como eu costumo dizer, de muito aprendizado também. Aprendizado quando vem com sofrimento parece que alguém marcou com ferro quente em você sabe? Parece tatuagem, você não esquece nunca mais.
É lógico que este momento todo refletiu aqui no blog, pois foi um ano de poucos posts e poucas idéias, eu ficava olhando meus livros e minha cozinha e a vontade não vinha. Do finzinho do ano pra cá que as coisas foram se acertando (e depois desacertaram de novo) e eu consegui fazer algumas coisas.
O ano novo chegou e este vai ser o melhor ano da minha vida...tenho certeza...e muitos projetos já estão na cabeça...coisa muito boa, e hoje resolvi fazer uma coisa que nunca tinha feito aqui, que é uma retrospectiva do blog neste ano.

Em abril eu resolvi fazer uma receita que paquerava há muito tempo da Simone Izumi e fiz esta gelatina que foi uma das mais acessadas do blog durante todo o ano.



Em maio me aventurei pela primeira vez no mundo dos picolés. Comprei fôrma profissional e tudo e ainda não fiz muitos, mas eles ficaram bem legais. As crianças adoraram. Este foi o que ficou gostoso.


Em junho, tentando mesmo recuperar esta vontade de cozinhar, fiquei muito feliz de participar da Turma no. 29 das aulas da Simone. Aula de chocolate perfeita e que me fez muito feliz. Não postei no blog na época, não me pergunte porque, mas tá aqui agora.


Em julho fui de férias para Pirinópolis e enfiei a cara na cozinha do centro de visitantes da Reserva Vagafogo. E fiz minha primeira massa de pizza. Esta não coloquei receita, mas esta viagem foi um marco pra mim este ano.



O gosto pela minha cozinha começou a voltar por aqui e resolvi começar fazendo o que a gente mais gosta de comer, que é sobremesa de chocolate. Estes potinhos do Curtis Stone são deliciosos.




Em novembro eu decidi começar este projeto que vai tomar mais forma agora em 2012 de fazer comidas com frutas, legumes e verduras da época. A primeira receita foi este pão de manga e este ano vem muito mais.


Agora no Natal venci o meu medo beste de massa folhada...risos...e fiz uma linda torta te tomate invertida que eu gostei demais. A mudança aqui também foi que me dei uma nova máquina fotográfica de presente de Natal e as fotos do blog agora...ui...estão muito boas.



E para acabar o ano fiz umas rabanadas diferentes, assadas, que fizeram a alegria da minha mãe.